CA 32640

LUVA PARA PROTEÇÃO CONTRA AGENTES MECÂNICOS, QUÍMICOS E TÉRMICOS
DVT COMERCIO, IMPORTACAO E EXPORTACAO LTDA

  • VÁLIDO

Vencimento em 30/09/2025

Descrição

Luva de segurança confeccionada em náilon com banho nitrílico total, banho nitrílico espumoso antiderrapante na palma, face palmar dos dedos e pontas dos dedos.

Aprovado para

LUVAS TIPO A PARA PROTEÇÃO DAS MÃOS DO USUÁRIO CONTRA AGENTES ABRASIVOS, ESCORIANTES, CORTANTES E PERFURANTES, CONTRA AGENTES TÉRMICOS (CALOR DE CONTATO) E CONTRA AGENTES QUÍMICOS (ENXOFRES CONTENDO COMPOSTOS ORGÂNICOS (E), HIDROCARBONETOS SATURADOS (J), BASES INORGÂNICAS (K), ÁCIDOS MINERAIS INORGÂNICOS (L), ÁCIDOS MINERAIS INORGÂNICOS, OXIDANTES (M), ÁCIDOS ORGÂNICOS (N), BASES ORGÂNICAS (O), PERÓXIDOS (P), ÁCIDOS MINERAIS INORGÂNICOS (S) E ALDEÍDOS (T)).

Referência do Produto

DA-35.426

Fabricante

DVT COMERCIO, IMPORTACAO E EXPORTACAO LTDA

Marcação de CA

No dorso e/ou etiqueta

Restrições

EPI NÃO APROVADO PARA SOLDAGEM, ARCO ELÉTRICO, FOGO REPENTINO E COMBATE A INCÊNDIO.

Norma(s) Técnica(s)

EN 407:2004; BS EN 420:2003 + A1:2009; BS EN 16523-1:2015; DIN EN 374-2/2015; DIN EN 420/2010 - A1:2009; DIN EN 388/2017; ABNT NBR ISO 374-1:2018; DIN EN 374-4: 2014; ISO 374-2:2019; BS EN 16523-1:2015+A1:2018;

Observação

I) O EPI obteve resultado de níveis de desempenho 4111A para BS EN 388, com valores variando de 1 (um) a 4 (quatro) para abrasão, rasgamento e perfuração e 1 (um) a 5 (cinco) para corte, sendo 1 (um) o pior resultado, em que: 4 - resistência à abrasão; 1 - resistência ao corte por lâmina; 1 - resistência ao rasgamento; 1 - resistência à perfuração por punção; A - resistência ao corte TDM (ensaio adicional previsto na norma EN ISO 13997, com valores variando de A a F, sendo F o melhor resultado). II) O EPI obteve resultado de níveis de desempenho X1XXXX para a EN 407:2004, em que: X - propagação de pequenas chamas; 1 - calor de contato; X - calor convectivo; X - calor radiante; X - respingos de metais fundidos; X - grandes massas de metal fundido (ferro a 1400º C). III) Os valores variam de 1 (um) a 4 (quatro), sendo 1 (um) o pior resultado. IV) O código X indica que o EPI não foi ensaiado para a aplicação correspondente. V) O EPI obteve níveis de desempenho apresentados para resistência à permeação, segundo a EN 374, com valores variando de 1 a 6, sendo 6 o melhor resultado: 1 – Metanol; 3 – Sulfeto de carbono; 1 – Dietilamina; 1- Tolueno; 1 – Tetrahidrofurano; 1 – Acetato etílico; 6 - n-Heptano; 6 – Hidróxido de sódio 40%; 3 – Ácido sulfúrico 96%; 3 – Ácido nítrico 65%; 3 – Ácido acético 99%; 5 – Hidróxido de amônio 25%; 4 – Peróxido de hidrogênio 30%; 6 - Fluoreto de hidrogênio 40%; e 4 – Formaldeído 37%. VI) Para a seleção e correta utilização do equipamento, verificar o disposto no Comunicado XL, disponível no link "https://sit.trabalho.gov.br/portal/index.php/seguranca-e-saude-no-trabalho/comunicados-epi?view=default".

Já conhece o aplicativo?

Gerencie os seus CAs na palma da sua mão!